trecho da entrevista com a escritora Iris da Silva –A Memória Afetiva das Plantas – para a revista BRAVO! deste mês (junho):

Você já amou?

Amar? Não.  Amar, não. Uma vez me descreveram o  amor. Coração pulsante, coração selvagem, coração aflito. Deve ser assombroso o amor. Bom? Ruim? Quente? Frio? Assombroso…  Também me contaram que, em certos momentos, o amor faz chorar. Uma chuvinha fina…

Ou grossa. Depende…

Depende. De qualquer modo, o amor chove. Foi o que me contaram. Não chove?”

Margo Ovcharenko

” Esse jogo não vai acabar
É bom de se jogar
Nós dois
Um a um”

(Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown, Marisa Monte)

…………………….. …………. …soundtrack Arnaldo Antunes/Um a UM

Anúncios

o jeito é ser

maio 23, 2010

“já que sou, o jeito é ser” C.L

sou. by Paula Bauab

ser. by Paula Bauab

(…)

vista do meu novo (velho) quarto.

…………………….. . . …………..soundtrack arnaldo antunes/ as melhores coisas de vida

aim hoje caí da cama! 4h47 eu tava na cama com os olhos estalados e com o ódio no coração afinal eu ODEIO quando eu perco o sono e depois não encontro mais. to até vendo vai das 14h e eu vou estar morrendo de sono, eu poderia até dormir mas… tem tanta coisa pra fazer que acho que não vai dar tempo.

eu to absulutamente viciada no cd novo do Arnaldão Antunes. Iê Iê Iê é todo inspirado na sonoridade da jovem guarda. uma das minhas minhas musicas preferidas é Longe, olha um trechinho:

“Dizem que a vida é assim
Cinco sentidos em mim
Dentro de um corpo fechado
No vácuo de um quarto
No espaço sem fim”

aiiii esses dias to fazendo um backup no meu computador, achei essa foto

longe. by Paula Bauab

não é uma das minhas preferidas mas acho que orna com a música, é meio que uma paisagem lunar, uma forma que não tem bem um formato e me imagino em um lugar desse quando ouço a música (nossa to locona né. tá vendo, já é o sinal do sono que vai bater jájá).

o clipe também é um tuti de lindo…

tá, eu sei que o Arnaldo não é o mais querido por tooodos mas eu gosto tanto dele, eles faz umas rimas tão lindas, tão sonoras, tão cheia de significados, sou fã!

……………….. . .. . ……………Soundtrack Arnaldo Antunes/Iê Iê Iê

haverá paraíso…

janeiro 27, 2010

MAC. by Paula Bauab

Haverá paradeiro para o nosso desejo
Dentro ou fora de um vício
Uns preferem dinheiro
Outros querem um passeio perto do precipício

Haverá paraíso
Sem perder o juízo e sem morrer
Haverá pára-raio
Para o nosso desmaio
Num momento preciso

Uns vão de pára-quedas
Outros juntam moedas antes do prejuízo
Num momento propício
Haverá paradeiro para isso?

Haverá paradeiro
Para o nosso desejo
Dentro ou fora de nós?
Haverá paraíso

Paradeiro/Arnaldo Anturnes

foto veeelhaa!! tirei em Niteroi no MAC. oum. o mais importante é a vista pro Rioooo!!!

………………………… … ……..Soundtrack Frida

aqui dentro do lado de fora

dezembro 1, 2009

hoje acordei com vontade de saber recitar poesia.tentei horas na frente do espelho. mas gaguejei, pulei palavras, adiantei versos, mudei o sentido do texto e depois simplesmente desisti!

tentei recitar 3 poemas

o primeiro foi de João Cabral de Melo Neto. Ao ler eu ouvia uma musica na minha cabeça, mas quando eu fui ler alto…hum…não deu muito certo.

Pedem-me um poema

Pedem-me um poema
Pedem-me um poema,
um poema que seja inédito,
poema é coisa que se faz vendo,
como imaginar Picasso cego?
Um poema se faz se vendo,
um poema se faz para a vista,
como fazer o poema ditado
sem vê-lo na folha inscrita?
Poema é composição,
mesmo da coisa vivida,
um poema é o que se arruma,
dentro da desarrumada vida.
Por exemplo, é como um rio,
por exemplo, um Capibaribe,
em suas margens domado
para chegar ao Recife,
onde com o Beberibe,
com o Tejipió, Jaboatão,
para fazer o Atlântico,
todos se juntam a mão.
Poema é coisa de ver,
é coisa sobre um espaço,
como se vê um Franz Weissman,
como não se ouve um quadrado.

o segundo de Álvaro de Campos era triste, denso, pesado. Ao ler eu sentia o cheiro da chuva e o gosto das lágrimas do autor mas quando eu resolvi recitar…hum…não ficou muito audivel.

Chove muito, chove excessivamente…

Chove muito, chove excessivamente…
Chove e de vez em quando faz um vento frio…
Estou triste, muito triste, como se eu fosse o dia.
Num dia no meu futuro em que chova assim também
E eu, à janela de repente me lembre do dia de hoje,
Pensarei eu “ah nesse tempo eu era mais feliz”
Ou pensarei “ah, que tempo triste foi aquele”!
Ah, meu Deus, eu que pensarei deste dia nesse dia
E o que serei, de que forma; o que me será o passado que é hoje só presente?…
O ar está mais desagasalhado, mais frio, mais triste
E há uma grande dúvida de chumbo no meu coração…

o terceiro era uma música barra poema do Arnaldo Antunes e do Edgar Scandurra. Pensei que fosse ser mais fácil recitar porque já tinha ouvido o autor cantando ela antes, mas…hum…DESISTI!

O Buraco do Espelho

o buraco do espelho está fechado
agora eu tenho que ficar aqui
com um olho aberto, outro acordado
no lado de lá onde eu caí

pro lado de cá não tem acesso
mesmo que me chamem pelo nome
mesmo que admitam meu regresso
toda vez que eu vou a porta some

a janela some na parede
a palavra de água se dissolve
na palavra sede, a boca cede
antes de falar, e não se ouve

já tentei dormir a noite inteira
quatro, cinco, seis da madrugada
vou ficar ali nessa cadeira
uma orelha alerta, outra ligada

o buraco do espelho está fechado
agora eu tenho que ficar agora
fui pelo abandono abandonado
aqui dentro do lado de fora

eh! acho que terei que treinar bastannnte antes de conseguir recitar nem que seja um simples versinho!

…………….. . . ………Soundtrack Demonios da Garoa


NINGUÉM acredita em mim!

EU acho que a real beleza da Dove é estratégia de marketing, mas de qualquer forma passa uma mensagem legal!

 

…… …. ……….Soundtrack Arnaldo Antunes/Quarto de Dormir