a monotonia de tudo

junho 21, 2010

Prá acabar de vez
Com essa disritmia…

monotonia

a. by Paula Bauab

………………. ……….soundtrack Leonard Cohen

Anúncios

o jeito é ser

maio 23, 2010

“já que sou, o jeito é ser” C.L

sou. by Paula Bauab

ser. by Paula Bauab

(…)

vista do meu novo (velho) quarto.

…………………….. . . …………..soundtrack arnaldo antunes/ as melhores coisas de vida

Nan Goldin.

americana de Washington, nasceu em 1953. É judia de família de classe média. Começou a fotografar aos quinze anos por influência de um professor.

” Goldin não assume uma postura voyeurística ou sentimental. Através da intimidade e do afeto em relação aos seus temas, a autora revela a sua vulnerabilidade, bem como a sua própria admiração pela sexualidade e encanto assumidos. Goldin fotografa a vida diretamente. A sua atenção foca-se na família alargada constituída por amigos e amantes – as pessoas que a rodeiam, partilhando os mesmos prazeres e sofrimentos. É o fio da navalha: um mundo clandestino de vidas duras, abuso de drogas, amor, sexo, sobrevivência, violência e onipresença da morte. As fotografias de Goldin não são deliberadas, mas sim semelhantes a instantâneos de um álbum de família e é este realismo e estilo despretencioso que torna o seu diário fotográfico num registo fiel e comevedor da sua vida.”

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin

Nan Goldin


Nan Goldin

a Nan tem um trabalho bem emocionante. outro dia eu estava na livraria cultura eu peguei o livro dela pra ver, nossa é lindo, os amigos, a vida e no final a morte prematura de muitos. vale a pena conhecer melhor o trabalho e vida dela.

aspas 1: clarice lipscetor

aspas 2: blog o século prodigioso

……………………….. …………….Soundtrack queens os the stone age

LeT iT faLL

março 31, 2010

letitfall. by Paula Bauab

fiquei triste, fiquei desgostosa, fiquei magoada, fiquei desacreditada, fiquei emo… não queria ter ficado. eu tive que desistir do curso do Gal Oppido lá no MAM. eu nunca desisto a não ser que desistam de mim!  mas diante das circunstâncias fui obrigada a abdicar das agradáveis noites de segunda feira no delicioso recanto verde de São Paulo.  semestre que vem juro que volto! eu nã0 vou aguentar tanto tempo assim longe…

…………………….. ……..soundtrack Lykke Li/ Little Bit

Upside Down Face

março 14, 2010

olha só q legal… eu tava vendo o site da BRAVO! e descobri o trampo desse fotógrafo. Brandon Voges, ele colocou a galera de cabeça para baixo fotografou e depois inverteu a foto para dar um efeito mais legal. Achei fama!

Brandon Voges

Brandon Voges

Brandon Voges

Brandon Voges

Brandon Voges

……………….. … …Soundtrack The Beatles/ Blackbird

sumi! sim, sumi! é porque os dias têm sido curtos e tensos. segunda me ocorreu um fato inusitado, óbviu e previsível pra quem vive em São Paulo, eu fui assaltada! foi a primeira vez em 6 anos! eu dei motivo, eram 8 da noite e eu caminhava em direção ao MAM com um tripé na mão, eu não tinha onde enfiar o tripé, ele é grande! fui abordada por dois caras, a poucos metros da entrada. um era alto o outro baixo não estavam armados, falaram pra eu não gritar e para eu passar a camera, eu olhei com cara de desdém, ha até parece que eu ia passar a minha camera, bom ai dei meu celular e eles sairam correndo. eu fiquei passada com a minha reação, eu podia ter gritado, dado com o tripé na cabeça do FDP, mas não, eu simplesmente dei meu celular. depois descobri que custava mais caro q minha camera! AI Q ÓDIO! mas ok!

agora me perguntem. o que uma menina faz com um tripé na mão as oito da noite no ibirapuera? estou matriculada no curso do Gal Oppido lá no MAM, só teve uma aula até agora e eu já achei animal. primeiro é porque é com o Gal que é um puta fotógrafo, segundo é porque o cara além de tudo é legal e bom professor, terceiro é porque o nome do curso é lindo LUZ MARGINAL PROCURA CORPO VAGO (vcs sabem q eu amo títulos), quarto é porque o cara ensina a fotografar com luz simples e eu que adoro complicar to tentando aprender a simplificar!

o importante é que vale a pena! olha as fotos do Gal. escolhi umas aletórias, para conhecer mais do trabalho dele e sobre ele acesse o site: Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

Gal Oppido

…………….  …………..Soundtrack black lips/bad kids

membro da minha pequena lista de grandes fotografos, Martin Parr nasceu em 1952 na Inglaterra, estudou fotografia de 1970 a 1973 na Manchester Polytchenic. em 1994 entrou para Magnum. Ele faz um trabalho de fotografia documentario, que chega a ser intima, satirica e antropologica. as fotos sao bem humoradas, coloridas e saturadas. eu vejo tudo como uma grande critica a sociedade moderna, no site da magnum tem o trabalho que ele desenvolveu sobre plasticas e o culto a beleza. as fotos dele sao bem simples clicadas com um flash de camera.

apesar do dia cinza fotos bem coloridas!

Martin Parr

Martin Parr

Martin Parr

Martin Parr

Martin Parr

Martin Parr

Martin Parr

Martin Parr

Martin Parr

martin parr site oficial

ps.. meu teclado esta louco por isso que algumas palavras estao sem acento, ok

………………… ……….. ……..Shakira. Objection

estava lendo um livro do Alberto Caeiro separei um trecho de uma poesia que gostei muito.

“(…)

O essencial é saber ver,

Saber ver sem estar a pensar,

Saber quando se vê,

E nem pensar quando se vê,

Nem ver quando se pensa.

Mas isso (triste de nós que trazemos a alma vestida!),

Isso exige um estudo profundo,

Uma aprendizagem de desaprender

(…) ”

Alberto Caeiro

alma vestida. by Paula Bauab

alma vestida. by Paula Bauab

alma vestida. by Paula Bauab

………………….  . . . ………Soundtrack Blur/The Universal

\satifação\/curiosidade/

janeiro 21, 2010

depois da labirintite veio a renite! ótimo!

“A suposição de que o homem exterior seja um retrato do interior, e o rosto uma expressão e uma revelação de todo caráter, é bastante plausível em si mesma e, por conseguinte, bastante segura para levantarmos adiante; nascida, como é de fato de as pessoas estarem sempre ansiosas para ver alguém que se tornou famoso.

[…] A fotografia […] oferece a satisfação mais completa de nossa curiosidade.”

Schopenhauer

Kitty. by Paula Bauab

Kitty. by Paula Bauab

Kitty. Paula Bauab

…………………………………. . ………… Moby/Last Night

The Sky’s the Limit

janeiro 13, 2010

inspiração no post do site da Magnum The Sky’s the Limit

http://tinyurl.com/yjl2bp7

sky. by Paula Bauab

acordei com vontade de falar de pessoas, de olhares, de formas de rosto, de textura de pele, de formato de nariz, de sombras no corpo, de sorriso, de roupas. com vontade de ver com e sem foco, o olhar, a feição ou o corpo inteiro. quero ver a aparência, a expressão ou melhor a significação.

“Uma pessoa é um conjunto de aparências, as quais podem revelar, mediante um foco adequado, infinitas camadas de significação”.

Susan Sontag

Patti Smith by Robert Mapplethorp

Paul Strand

Walker Evans

Pablo Picasso by Arnold Newman

Claudio Edinger

auto-retrato by Nan Goldin

Olivia Arthur

Raymond Depardon

Seydou Keita

Diane Arbus

Don Mccullin

sim, sim usei misturei pb com cor…rostos e corpos …mas é que hoje eu só quero mostrar a significancia!!!!

……………………….. ……….. ……..Soundtrack Joy Division

Segredo

dezembro 7, 2009

adoroo quando eu procuro uma coisa e acabo achando uma coisa mais legal!

bom eu tava no site da Magnum (http://www.magnumphotos.com) procurando um fotografia mas eu não me recordava o nome do fotógrafo que fez a foto. Bom, ai resolvi procurar fotógrafo por fotógrafo. Cheguei nessa maravilha, Olivia Arthur.

Ela é britânica, formada em Matemática!!! Entrou para Magnum em 2008. O trabalho é sobre mulheres e a factura cultural entre Oriente e Ocidente, ela tenta achar uma ponte entre os dois lados. Essa ponte é onde os dois lados se encontram.

olivia arthur

olivia arthur

olivia arthur

olivia arthur

olivia arthur

entrem no site dela tem mais fotos! http://www.oliviaarthur.com/

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

o trabalho que a Olivia faz me lembra muito uma frase que a Diane Arbus dizia

“Uma foto é um segredo sobre um segredo. Quanto mais você diz, menos você sabe.”

……….. . … … Soundtrack Johnny Cash

(sem título)

novembro 27, 2009

Ufa…acabou!

mas to me sentindo vazia pela primeira vez na minha vida.

eu nunca parei de estudar, acabei o colegial fiz cursinho, fui pra faculdade e logo em seguida comecei o curso de foto. e agora. acabou.

to naquele mix de sentimentos de dúvida, alivio, cansaço, preguiça, tédio, medo e principalmente  curiosidade. o q vem agora? quais são os planos? quais são os meus planos?

acho q preciso sentar. pra pensar bem. apenas observar qual a melhor combinação pra alguma solução.

olharolhadodebaixo. by Paula Bauab

tenho q lembrar que só estou aqui sentada pensando e fazendo planos porque eu tive a sorte de receber a oportunidade de fazer tudo o que fiz. não foi fácil. não fácil pra mim. não foi fácil pros meus pais que tiveram que virar a noite trabalhando pra garantir a impressão em papel endura das minhas fotos. não foi fácil pra mim ter que ficar longe deles. não foi fácil pra mim sentir a saudade que eu sinto do meu irmão. não foi fácil pra mim os meus surtos de alegria e triteza constante. mas acho que consegui passar minha mensagem por meio das fotos. e cada vez mais tenho vontade de fazer mais fotos pra passar mais mensagens!

hum…eu nunca vario nos autores né?! mas meu vou fazer o que se o Fernando (pessoa) é um único cara no mundo (ou no céu ou no inferno ou no espaço ou qq outro lugar) que tem respostas pras minha dúvidas e para os meus sentimentos. ele define a vida assim:

” A vida é a hesitação entre uma exclamação e uma interrogação. Na dúvida, há um ponto final.”

 

…………………….. . ……….. ………..Soundtrack White Lies

lendo… Cartas a um jovem fotógrafo do Bob Wolfson

ainda estou só no comecinho do livro e é no comecinho que ele conta do começo da carreira dele. Me indentifiquei afinal ele fala que quando começou com fotografia ele não sabia o que fazer, que estilo seguir, que linguagem usar, o que fazer em geral, mas a única coisa que ele tinha certeza é que queria trabalhar com fotografia e que não aceitava outro trabalho que não fosse ele e o mais importante é que ele tentava não naufragrar em meio as suas dúvidas!

Ermeto Pascoal by Bob Wolfson

Ermeto Pascoal by Bob Wolfson

Amei quando ele falou que era diretor de cinema estático.

 

 

…………………………………  ………………..Soundtrack: Copacabana Club/Just Do It